Frente pela Soberania

Análises Políticas, Econômicas e Sociais

Aa aA

Geopolítica

Foto

Geopolítica

Razões macroeconômicas para o crescimento chinês

J. Carlos de Assis, economista, RJ

02/01/2018

Vou esquecer, por enquanto, os dados comparativos entre Brasil e China no que diz respeito, por exemplo, às diferentes taxas de crescimento econômico dos anos 80 para cá. Todo mundo sabe disso, mesmo que de forma imprecisa, mas é suficiente. Quero me concentrar em aspectos conceituais. Que tipo de modelo econômico a China adotou para ter o crescimento espetacular que tem sido observado nos últimos tempos, lastreando o desenvolvimento?

Primeiro, convém descartar aspectos estritamente políticos, tendo em vista o fato de que a China é um país de partido único dominante e assume ser socialista, sendo profundamente comprometido com o desenvolvimento social. Em segundo lugar, a China é uma sociedade tremendamente complexa e convive com o imperativo de geração de 13 milhões de empregos por ano, no âmbito da transferência de esmagadora parte da população (300 milhões) da cidade para o campo.

Portanto, se a China tiver de dar algum exemplo para nós, não é nem no campo político, nem no social. É no campo econômico. E isso os intelectuais de inspiração ortodoxa ou neoliberal do ocidente não aceitam. Primeiro, destacam o aspecto político – falta de liberdade – para desqualificar todo o processo de desenvolvimento econômico chinês. Depois, assumem como verdade essa fábula de que a China adota trabalho escravo para sustentar o desenvolvimento.

É verdade que, no princípio do último ciclo de desenvolvimento chinês, os trabalhadores enfrentaram condições terríveis na fábrica, favorecendo um desumano sistema de concentração de renda em alguns setores. Entretanto, essas condições se alteraram com o tempo, possibilitando que uma sociedade de 1,3 bilhão de habitantes passe a aspirar, como formulado no 19º. Congresso do PCC, alguma forma de democracia.

É no modelo econômico, porém, que gostaria de me concentrar para fazer uma analogia entre os sistemas chinês e brasileiro. Farei isso no próximo post.

Endereço desta página:
http://www.frentepelasoberania.com.br/geopolitica/razoes-macroeconomicas-para-o-crescimento-chines/

Compartilhar
Leia também:
×